quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Brasil Rural Contemporâneo - Um novo Brasil

" Aqueles cuja esperança é forte, vêem e apreciam todos os sinais da nova vida e estão prontos a todo instante para ajudar no nascimento daquilo que está pronto para nascer.”

Eric Fromm


Adoro o termo contemporâneo, seja associado à música, a dança, ou a demais manifestações, mas nunca essa palavra teve uma aplicação tão ampla, quanto no Evento Brasil Rural Contemporâneo VI Feira Nacional da Agricultura Familiar e Reforma Agrária – que começou no dia 7 e vai até 12 de outubro na Marina da Glória. Todos os detalhes e são muitos, no site do Ministério do Desenvolvimento Agrário. (MDA)
São 25 mil metros quadrados, da ma
is arrojada iniciativa que eu já pude assistir no Brasil, realmente, é de emocionar, nada de obras faraônicas, para ficar para a posteridade, mas a exposição de um programa de reforma agrária moderno, produtivo com medidas eficientes e justas, com capacidade para promover um progresso incomensurável para o nosso país. Já não era sem tempo do Ministério do Desenvolvimento Agrário ocupar com ações, um lugar do tamanho do Brasil.


O sistema de cooperativas como maior expressão da possibilidade do humanismo posto em prática. Devemos ressaltar o árduo trabalho efetuado pelo Sebrae que surgiu em 1972 para estimular o empreendedorismo e o desenvolvimento do Brasil, e aqui reverencio o esforço de todos aqueles que em conjunto se empenharam para que isso fosse realidade. Assim como devemos nos congratular com todos os organismos que deram suporte para iniciativas construtivas e vitoriosas que apostaram na cooperação e na dignidade humana. Dessa forma, podemos constatar pela alegria dos expositores, o quanto é gratificante poder permanecer em suas terras e delas obter o sustento e a realização, revolucionando assim o antigo modelo do êxodo rural, onde se abandonava o campo em busca de oportunidades que lá já se encontravam e careciam apenas, de apoio e organização. O novo paradigma joga por terra literalmente, os velhos e agressivos métodos que nada propõem a não ser invasão.

Fiquei sensibilizada conversando com expositores, destaco Luzineide de Uauá, e Socorro de Mossoró, ambas apaixonadas e orgulhosas de suas terras, que num depoimento entusiasmado, me fizeram ver uma nova face do Brasil, um Brasil para se olhar de novo. E para isso já existe inclusive uma nova modalidade de turismo – o Turismo Rural. Dá gosto verificar a versatilidade de produtos como o Umbu e o Babaçu, e tudo que pude experimentar no mais alto padrão de qualidade, além da enorme surpresa com o palmito de pupunha, uma verdadeira delícia dos deuses. O programa de bibliotecas rurais Arca das Letras (desde 2003) nos deixa com a impressão de que dá para ler o Brasil de uma forma diferente.


Sugiro que ao visitarem a Feira, além de degustarem todas as delícias e adquirirem os diversos e belos produtos, aproveitem também a oportunidade para conversar um pouco com os expositores, eles são a melhor medida para nos dar a dimensão desse grandioso trabalho.




Tecnopop








As imagens acima do fotógrafo oficial Eduardo Aigner, são tão especiais, que tive dificuldade de escolher, entretanto, todas podem ser apreciadas no site do MDA. Quero registrar que o tratamento de imagem e concepção de montagem do evento, é um espetáculo a parte, porém não consegui descobrir seus criadores. Sem exagero, saí da Marina da Glória, com a sensação de ter visitado um pedaço do paraíso. Não percam!!!

10 comentários:

  1. Oi Meg
    É muito bom quando vemos projetos que dão certo como no caso desse evento. São produtores rurais, muitos de assentamentos que expões seus produtos e mostram orgulhosos o seu meio de vida. Visitar essa feira nos dá, de fato, uma outra dimensão do nosso país.
    Beijos e adorei a sua companhia.

    ResponderExcluir
  2. Megg! Como vai?! Que bom ter explanado sobre sua visita. Eu tambem gosto do termo "contemporâneo". Vou tentar me programar e ir lá. Pelo visto, ficarei impressionada tambem.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Meg querida, adorei sentir sua emoção e entusiasmo diante da vida. Nós, do interiorrrr, hahahaha!!!!!!!! ficamos fora desses acontecimentos. Confesso que fiquei surpresa pois o que vejo sobre RA, ou MST, é sempre tão desconstrutivo e agressivo que nos deixam pasmas. Na verdade, confirma a história de que a mídia mostra ao que a ela interessa e que o capitalismo continua selvagem, mais selvagem que o comportamento dos ST que a Globo noticiou nos últimos dias. Tb adoro a palavra contemporâneo e faço questão de ser, apesar de........
    bjos e love love love

    ResponderExcluir
  4. Acho que não assinei meu comentário feito a alguns segundos, bjos Carol Aguiar

    ResponderExcluir
  5. Bernardo Mendes Pimentel8 de outubro de 2009 15:58

    Ficamos ainda mais curiosos e com vontade de conhecer o BRC. E vamos com o Zozô a reboque para ele ir se acostumando com as boas e belas iniciativas... Bjs do trio Bernardo, Jane e Lorenzo

    ResponderExcluir
  6. OLÁ. REALMENTE, POR SER ARTISTA PLÁSTICO CONTEMPORÂMEO DE VERDADE, DITO INTELECTUAL, POR GENTE MUITO CONCEITUADA, VIAJADO, ORIENTADOR DE ARTE BASTANTE RADICAL, QUALQUER COISA ASSOCIADA AO NOME GILBERTO GIL, ME DA CALAFRIOS DE PAVOR.TANTO PODER DESPERDIÇADO PARA FAZER ALGUÉM CREM EM HÉLIO OITICICA COMO 'TRPICÁLIA', HAJA RISOS. GOSTO DE ARTEZANATO FINO E PODE HAVER UM PONTO ONDE AS COISAS SE CINFUNDAM, MAS A MÍDIA EM GERAL NÃO FALA NA COISA MAIS AMPLA SOCIAL. FALA EM BOLSINHAS...OBRIGADO PELA VISÃO BACANA.AS COMIDINHAS, ADORO, CONHEÇO BEM A GOIÁS CHIQUE, COM ESSAS COISAS, SOU CARIOCA, INTERNACIONAL, E MUITO BRASILEIRO. BRASILEIRO BOM, DE COISA BOA, QUE SEI QUE SOMOS CAPAZES. BEIJO, RICARDO, ARTISTA SIMÕES, ARTISTA PLÁSTICO

    ResponderExcluir
  7. Seu blog é lindo. Informativo, textos maravilhosos ... PARABÉNS.

    ResponderExcluir
  8. Obrigada a todos os amigos, pelos carinhosos comentários.
    Ricardo Simões, agradeço sua visita,e respeito sua opinião, mas escolho celebrarmos nossa brasileirice, deixe também um link para que possamos conhecer sua arte.
    Diogo, muito obrigada por sua gentileza, estive no seu blog e apreciei sua sensibilidade, e te parabenizo também!

    ResponderExcluir
  9. Olá Antonio!!
    Muito obrigada por sua visita, seu estímulo e sua companhia!
    Um grande abraço

    ResponderExcluir

Muito obrigada por sua visita! Enriqueça o espaço dessa procura, contribua com sua reflexão.
Ao selecionar o perfil, escolha "nome/url". Preencha seu nome e deixe o campo "url" em branco, caso não possua site ou blog.Saudações!